A loucura Gamestop

 em Uncategorized

No mês de janeiro as ações da Gamestop (NYSE: GME), uma companhia que vende jogos e videogames em lojas físicas espalhadas pelo mundo teve suas ações fortemente valorizadas, resultado de apostas em excesso na queda dos papéis, o movimento resultou na apreciação das cotações em mais de 1.784%.

Para explicar esse evento, primeiramente é preciso entender como funciona apostar contra a ação de uma companhia ou se posicionar de forma “short”, na linguagem do mercado financeiro. Basicamente um investidor não pode vender (apostar contra) algo que não tem. Mas no mercado acionário este tipo de movimento se torna possível por meio do aluguel da ação de outro investidor e vender essa posição para apostar contra uma respectiva empresa. Porém, como essa operação custa um “aluguel” diário e o ganho máximo do investidor é a ação chegar a zero (não podemos ter valores de ações negativos), são operações que são montadas e posteriormente desmontadas (recompradas) pagando os juros para o locatário referente ao período de duração do empréstimo.

Para desmontar a operação, o investidor que apostou contra (alugou e vendeu) as ações precisa recomprá-las e devolve-las ao proprietário para concluir o aluguel. Dessa forma, o lucro máximo do investidor que aposta contra a ação é dado pelo preço de venda da ação alugada menos o preço de recompra descontando os custos do aluguel e corretagem.

No caso “Gamestop” o que ocorreu foi que muitos investidores estavam apostando contra as ações da empresa, com posições que superavam inclusive o número de ações disponíveis para negociação na bolsa “float”. Esse evento, que é considerado ilegal pela comissão de valores mobiliários americana, viabilizado por uma falha no ambiente de mercado, possibilitou que vários investidores começassem a vender as ações antes mesmo de conseguir alugar os papéis.

Para que a grande valorização dos papéis fosse disparada, alguns investidores que já observavam esse cenário de aposta excessiva contra as ações da Gamestop começaram a montar grupos em comunidades online como “Reddit”, incentivando a compra dos papéis em manada. Isso fez com que os vendedores (que apostam contra) se viram forçados a recomprar as ações a quaisquer níveis de preço para desmontar suas posições e não sofrerem perdas permanentes em seus fundos.

A conclusão desse evento foi a valorização excessiva dos papéis das ações da Gamestop e a quebra de alguns fundos que não conseguiram desmontar suas posições (recomprar) a tempo de devolver ao locatário.

Um grupo de investidores brasileiros tentou repetir esse movimento no Brasil, porém a bolsa brasileira atuou junto a CVM de forma a limitar as variações de alguns papéis com leilões e investigações de pessoas envolvidas no movimento.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário