Entenda como funciona

SEGURANÇA

 

1- RECONHECIMENTO

Recentemente nosso fundo CTM ESTRATÉGIA FIA, foi reconhecido com o selo 5 estrelas pela Morningstar, a maior empresa de monitoramento de riscos e rentabilidade de fundos de investimentos do mundo. Isso nos deu a certeza de que nosso cuidado com os recursos dos investidores em termos de segurança e rentabilidade está muito assertivo e dentro dos melhores parâmetros mundiais de gestão de fundos com essa caraterística.

 

2 – SEGURANÇA SISTÊMICA

 

A CTM é uma gestora de investimentos independente que opera dentro do mesmo sistema regulatório que qualquer banco em operações similares e está devidamente credenciada, autorizada sendo regularmente fiscalizada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

A CTM opera dentro da mesma condição regulatória do sistema bancário nacional, onde qualquer banco para efetuar operações de investimentos necessita ter dentro de sua estrutura, uma empresa similar à CTM para poder operar nessas modalidades e obedece às mesmas regras. O sistema regulatório é um dos mais rígidos e não permite que qualquer empresa tenha acesso a capital de investidores se não cumprir rigorosamente as normas vigentes de proteção e cuidado ao investidor

 

Para segurança do Investidor, os fundos de investimentos tem, além da Gestora, um Administrador,  um Custodiante, além da Auditoria:

 Administrador:

O Administrador é quem faz a abertura e a constituição dos fundos e cuida dos interesses dos investidores. Na realidade é o guardião e o defensor dos direitos e interesses dos cotistas do fundo e para isso, faz o controle de toda operação e documentação do fundo, desde a sua constituição, enquadramento e do cumprimento de todas as normas regulatórias e do regulamento do fundo pelo gestor, além do mapeamento de risco para os cotistas, emissão de relatórios, extratos, informes de rendimentos, relatórios a órgãos reguladores, publicidade e transparência dos dados do fundo, abertura de contas e todos os demais cuidados com os interesses dos cotistas.

 

Custodiante:

O Gestor do fundo faz os investimentos em títulos, ações e demais ativos e o Custodiante é o responsável pela guarda e a liquidação financeira desses ativos que compõem o patrimônio de investimentos do fundo. Só pode ser custodiante, uma empresa devidamente credenciada para isso pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Nos fundos da CTM, o Custodiante é o Banco Bradesco.

 

Auditoria:

É obrigatório para todos os fundos que todos os seus sejam auditados por empresa independente, devidamente credenciado pela CVM (comissão de Valores Mobiliários) para garantir que as suas práticas estejam estritamente dentro das normas contábeis e regulamentares a que esteja submetido e que os dados apresentados representem a realidade dos fatos.

 

3 – SEGURANÇA OPERACIONAL

O fundo é de propriedade dos quotistas e suas operações são supervisionadas de perto pelo administrador. Não há forma de saída de recursos para outros fins a não ser para realização dos investimentos regulamentares, pagamento de custos do fundo, remuneração do gestor, impostos ou para resgate de cotista.

Qualquer saída de recursos além daquelas que são atividades normais do fundo, somente poderá ser feita como resgate para cotistas e nessa forma, os recursos somente poderão retornar para a mesma conta do cotista de onde originou a entrada. Todas as movimentações são controladas pelo administrador que age rigorosamente conforme o regulamento do fundo.

A gestora somente atua na busca da rentabilização do fundo e direcionando operações dentro dos limites e parâmetros do seu regulamento, prestando contas diariamente ao administrador, com todos os documentos fiscais de todas as transações efetuadas;

 

4 – SEGURANÇA REGULAMENTAR DO FUNDO

Cada fundo, além de sua tipificação pela CVM, tem um regulamento específico que direciona e limita as ações do gestor de forma que dentro do sistema de controles do administrador, somente são executadas transações dentro dos enquadramentos previsto na sua tipificação e no seu regulamento.

  

5 – SEGURANÇA INSTITUCIONAL CTM

Além do rigor ético e acurácia técnica que é padrão de trabalho dos profissionais da CTM, são adotadas políticas de cobertura de possíveis riscos institucionais e de mercado de forma a preservar sempre o patrimônio e a rentabilidade dos cotistas:

– Os regulamentos dos fundos já limitam qualquer tipo de exposição a riscos por concentração de recursos;

– Toda situação de instabilidade econômica que possa expor algum risco o patrimônio dos cotistas, sempre que seja viável economicamente, são efetuadas operações que visem proteger o patrimônio do fundo e obviamente, dos cotistas.

– Buscamos conhecer detalhadamente cada oportunidade de investimento e monitoramos diuturnamente as tendências de mercado tanto para oportunidades de entrada quanto de saída;

 

6 – É TÃO SEGURO QUANTO INVESTIR EM UM BANCO

Parece bastante óbvio sentir-se seguro em investir dentro do sistema bancário, pela tradição, porte e até mesmo pela presença física das instituições bancárias. É interessante ressaltar que tanto as gestoras independentes quanto os bancos propiciam segurança justamente por estarem sujeitos às mesmas regulações e controles de um dos sistemas financeiros mais seguros e bem regulados do mundo que é o brasileiro.

 

Transparência

 

Todas as informações de interesse dos cotistas ou de futuros investidores são públicas. Qualquer pessoa, de posse apenas do nome do fundo, pode analisar os dados, comparar com outros fundos, avaliar o desempenho e a composição dos mesmos. Esses dados estão sempre disponíveis para quem quiser consultar, no site da CVM (http://sistemas.cvm.gov.br/), bem como em diversos sites na internet que se dedicam a comparar fundos.

Política de investimentos

 

Respeitar os regulamentos, políticas e principalmente o perfil do cliente dentro das características individuais de cada investidor, são as diretrizes principais de todas as nossas decisões de investimento, além de assim direcionar para  opções que propiciem a maior rentabilidade possível sem ferir o conforto e a segurança de nossos clientes que depositam em nossos profissionais toda a sua confiança.

Nossos fundos já possuem políticas próprias claramente definidas. Todo o movimento de recursos ao se investir ou reinvestir capitais, seguem estritamente a previsão regulamentar e restringe-se aos seus limites.

Quando o produto é a administração de patrimônio financeiro, o fazemos de forma individualizada, sempre com a política definida em conjunto e com a concordância do investidor,  e periodicamente quando surgem novas oportunidades aderentes ao seu perfil, antes de qualquer decisão, o investidor é consultado e quaisquer alterações somente são efetivadas mediante a sua concordância.